A MATURIDADE INCENSADA DA MULHER MAIS VELHA

By 12/04/2015Curtimos

“Uma das bênçãos de se envelhecer é aprender o que se consegue e o que não consegue fazer”; quem disse isso foi a atriz Jane Fonda, durante uma das rodadas de entrevista para o lançamento de um filme. Ela, que já foi sex symbol nos anos 60 e musa fitness nos 90 .

Envelhecer pode ser um dilema pra qualquer um. E a vaidade feminina pode fazer do processo do tempo um calvário. Só que pra quem ganha o pão suando a imagem, o envelhecimento pode decretar o fim antes da hora. Afinal, o mercado da moda, beleza e entretenimento mais parece a Ravenna, a madrasta má de Branca de Neve e o Caçador que vive do viço da mocidade alheia.

Só que essa mesma indústria que dita o que é bonito, ou não, e o que vale a pena comprar, ou não, tem apostado gradativamente em ícones mais maduros. Especialmente nos rostos e experiências DELAS!

Na hora do intervalo também.

Com 56 anos hoje, Maria Rosa von Horn comanda a agência Fiftymodels, que só tem no casting mulheres acima dos 45. Teve a ideia para o negócio quando fez o curso de modelagem aos 48 anos e no fim só recebeu de outras agências recomendações para estrelar campanhas de artigos para idosos. “Eles me diziam que trabalhos só no papel de vovozinhas ou comerciais de fraldas geriátricas, até me aconselharam a deixar os cabelos brancos, engordar um pouco para ficar bem com cara mamãezona”, conta.

Como ela não se via assim, apostou num mercado que também não a enxergasse desse jeito. Para a empresária, mulher com mais de 40 é “linda, elegante, ativa profissionalmente e antenada com o mundo”. Tanto que entre os grandes clientes da agência estão empresas do ramo da beleza. Maria Rosa ainda diz que as modelos que ingressam no casting passam a usar “pílula de autoestima”.

Confiança em si mesma e nas suas iguais.

Numa pesquisa recente, a global Fátima Bernardes foi eleita a apresentadora mais confiável da TV brasileira. O ranking – parceria da Revista Seleções e do Ibope – não é uma pesquisa de audiência, mas de confiabilidade do telespectador. O que significa que ela recebe mais crédito pelo que fala, como age, o que usa e… o que compra. Uma boa justificativa pra que muitas marcas, de diversos setores, queiram o rosto de 52 anos da jornalista estrelando campanhas e desejem abastecer o guarda-roupa dela com roupas e acessórios.  Com 74% dos votos, Fátima desbancou nomes bem mais jovens como Ana Hickmann, Eliana, Luciana Gimenez e Angélica.  É bem provável que o currículo profissional contribua pra o resultado da pesquisa. E exatamente saber que ele está acima das rugas de expressão no critério do público é um dado importante.

Seria hipocrisia acreditar que a idade da mulher ainda não é quesito para julgamento, mas pode ser usado como trunfo e charme, especialmente quando se fala das mulheres do mundo da arte.

Aos 68 anos, Marina Abramovic chegou ao Brasil com sua sempre ousada arte performática e faz fila para quem quer viver o “encontro” proposto por ela no Sesc Pompeia. Mais distante da popularidade da sérvia, que foi eleita pela Time como uma das cem pessoas mais influentes do mundo, está a sempre polêmica, Yoko Ono. Com 82 anos, ela segue nadando de braçada, ainda que seja muito criticada pelas manobras, surfa tranquila sua onda faz tempo.

Já menos cult, porém bem (bem!) mais popular, o mundo mágico de Hollywood mantém ícones femininos intocáveis com figuras experientes, fortes e belas como a detentora do maior número de indicações ao Oscar da história: , batendo a casa dos 65.

Entre as promessas do cinema pipocão, a representação da mulher madura ainda pode ganhar as telas numa possível e muito esperada terceira produção da franquia Sex and the City. O quarteto-arrassa-quarteirão-de- Manhattan já passou dos 50 e se retornar, promete uma sequência fabolous!

Quem já tem estreia certa, ainda que não tenha data confirmada, é nossa amiga Jane Fonda. Ela está no elenco da comédia dramática “Sete dias sem fim” e ainda vai estrear a série “Gracie and Frankie” no Netflix. Além de deixar claro que ‘sabe muito bem obrigada’ o que faz, a atriz deu outra entrevista mês passado contando que fuma maconha algumas vezes por semana.

Já dá pra dizer que se o tempo muda o corpo, deixa a mente tranquila e a alma livre.

Comentários

Comentários

About Mariana Faria

Mariana Faria é jornalista, produtora e editora da TV Globo e mantém outros texto lindos como esse no blog Come Chocolates.